Saiba 6 mitos sobre a caxumba


Doença é contagiosa e é transmitida pelo ar

Desde o início do ano, diversos surtos de caxumba estão chegando às cidades.

Já ouviu falar sobre a doença? Caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas – uma das glândulas que produz saliva. As parótidas estão situadas entre as orelhas e à frente delas.


O primeiro e mais importante sintoma é o inchaço das glândulas salivares, mas pode haver febre, dor de cabeça, dor ao mastigar e engolir.

O professor de biologia Nelson de Castro, do Anglo Vestibulares, fala sobre os mitos e verdades e esclarece as principais dúvidas.


A cobertura vacinal pode ter falhas. É raro, mas, mesmo quem tenha sido vacinado na infância, pode pegar.


A vacinação é fundamental para prevenir. A vacina tríplice viral, que protege contra caxumba, sarampo e rubéola, pode ser tomada a partir de um ano de idade e até 49 anos.


Não há remédio específico para caxumba. Ela pode durar até duas semanas e o tratamento consiste em aliviar os sintomas de dor e mal estar e fazer repouso.


A caxumba é altamente contagiosa e é transmitida pelo ar e em contato com a saliva de pessoas infectadas.


Verdade: Em meninos, a atenção deve ser redobrada, e o descanso evita complicações nos testículos, se já estiverem na adolescência. O termo “caxumba desce” é porque a inflamação pode afetar outros órgãos.


Verdade: a caxumba pode ocorrer durante todo o ano. No inverno, as pessoas ficam mais fechadas nos lugares e, como acontece com a gripe, há mais risco de transmissão.


Escola Mappe Ponta Porã
Logo Escola Mappe

67 3431-1002

Rua Antônio João, 1675 | Ponta Porã/MS

anglomappe@mappe.com.br

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube