Motivando os filhos em época de vetibular | Escola Mappe

A época do vestibular é temida por muitos adolescentes que, por sofrerem muita pressão dos pais e dos professores para serem aprovados em boas universidades, por muitas vezes acabam desenvolvendo uma ansiedade que mais atrapalha do que ajuda.


O estudante precisa sim saber a importância do vestibular para a sua carreira e seu futuro, e assim desenvolver a responsabilidade necessária para se dedicar aos estudos. Porém, essa motivação pode ser despertada de maneira empática e inovadora, e essa também é uma responsabilidade da instituição de ensino.


Quer algumas dicas para motivar os alunos da sua escola em época de vestibular? Confira as que listamos abaixo!


1. Incentive a adoção de hábitos saudáveis

Em período de vestibular, é comum que os adolescentes passem muitas horas por dia estudando, fiquem longos períodos sem se alimentar ou escolham alimentos prontos e snacks nada saudáveis para não perderem tempo.


Também não é bom deixar de dormir para estudar mais, pois o adolescente também precisa ter um tempo de descanso para que seu cérebro funcione bem.


Portanto, incentivar os alunos a terem uma vida equilibrada, com a prática regular de atividades físicas, uma alimentação saudável e suas horas de sono respeitadas, vai contribuir positivamente para o desempenho deles nas provas.



2. Valorize o esforço dos estudantes

Muitos adolescentes podem se sentir incompreendidos ao não alcançarem notas satisfatórias em provas e simulados, e repreendê-los por isso pode trazer um resultado contrário ao esperado.


Por isso, pais e professores devem procurar reconhecer o esforço que o estudante demonstrou ao estudar determinada matéria e valorizá-lo pelas pequenas conquistas.


Também é importante incentivá-lo a se esforçar cada vez mais, procurando entender quais são as suas dificuldades e ajudá-lo a superar cada uma delas. Essa é uma forma positiva de transmitir mais segurança ao aluno.


3. Estabeleça um diálogo entre a instituição e os alunos

Algo muito importante é lembrar que a comunicação entre a instituição e os alunos deve ser uma via de mão dupla. Ou seja, o diálogo pode ser incentivado, para que os alunos percebam que suas ideias e opiniões são ouvidas e levadas em consideração.


Incentive os professores a conversarem abertamente com os adolescentes e sempre pedirem feedbacks sobre as aulas, sobre a didática de ensino, sobre seus medos, anseios e dificuldades.


Enfim, permita que os profissionais coletem materiais suficientes para personalizar suas aulas de acordo com as expectativas dos alunos e, assim, consigam fazer com que eles absorvam melhor o conteúdo ensinado.


4. Ofereça um currículo socioemocional

O currículo socioemocional é um programa que visa incentivar o desenvolvimento de habilidades, como a empatia, o pensar antes de agir e reagir, a tolerância, o autocontrole, a criatividade, dentre outros valores que vão preparar o aluno para um convívio harmônico e íntegro na sociedade.


Com tudo isso, o aluno terá muito mais inteligência emocional para lidar com o estresse, a pressão e as emoções causadas pela época do vestibular, se preparando para as provas com bastante confiança.


A Escola Mappe é desenvolvimento, preparação, formação e resultado no 🍼 Maternal 👶🏽Educação Infantil 👦🏼Fundamental I e II 👧🏻Ensino Médio.


Conheça mais sobre nossa escola: 💻 mappe.com.br 📱 67 3431 1002

Parceiros: 🦁 @sistemaanglo 🧠 @escoladainteligencia.

Escola Mappe Ponta Porã
Logo Escola Mappe

67 3431-1002

Rua Antônio João, 1675 | Ponta Porã/MS

anglomappe@mappe.com.br

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube